De acordo com o Ministério da Saúde (2010), os laboratórios são divididos em níveis de biossegurança (NB) denominados NB-1, NB-2, NB-3 e NB-4. O nível de biossegurança para o laboratório será definido pelo agente biológico de maior risco envolvido nas análises. As classificações são as seguintes.

Nível de Biossegurança 1 (NB-1): é o nível necessário ao trabalho que envolva agentes biológicos da classe de risco 1. Representa um nível básico de contenção, que se fundamenta na aplicação das boas práticas de laboratórios, na utilização de equipamentos de proteção e na adequação das instalações. O trabalho é conduzido, em geral, em bancada.

Nível de Biossegurança 2 (NB-2): é o nível exigido para o trabalho com agentes biológicos da classe de risco 2. O acesso ao laboratório deve ser restrito a profissionais da área, mediante autorização do profissional responsável.

Nível de Biossegurança 3 (NB-3): este nível é aplicável aos locais onde forem desenvolvidos trabalhos com agentes biológicos da classe de risco 3.

Nível de Biossegurança 4 (NB-4): este nível é necessário a trabalhos que envolvam agentes biológicos da classe de risco 4 e agentes biológicos especiais. Nesse tipo de laboratório o acesso dos profissionais deve ser controlado por sistema de segurança rigoroso.

Referência:
Portaria nº 1.914, de 9 de agosto de 2011. Aprova a Classificação de Risco dos Agentes Biológicos elaborada em 2010, pela Comissão de Biossegurança em Saúde (CBS), do Ministério da Saúde, 2011. Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2011/prt1914_09_08_2011.html.>. Acessado em 20 ago.2017.